A Cidade do Capital e Outros Estudos

Hoje, para se compreender a vida dos homens é indispensável uma análise das condições de existência e a função social exercida pelas cidades na ordem social do capital. O livro de Edmilson Carvalho- “ A cidade do capital e outros estudos”- vem atender a esta necessidade ao desvelar a contradição existente entre desenvolvimento e crise que caracteriza o crescimento urbano no Brasil, ignorada por aqueles que buscam desesperadamente planejar o incontrolável funcionamento anárquico da lógica do capital.
O livro leva-nos a compreender que o que está em crise não é a possibilidade de uma sociabilidade verdadeiramente humana, mas é esta existência social alienada e desumana potencializada na degradação da vida urbana.

R$34,00
Espie
Comprar

A crise brasileira: coletânea de contribuições de professores da PUC/SP

“A crise brasileira: coletânea de contribuições de professores da PUC/SP” é resultado dos esforços de um prestigioso grupo de professores de economia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo para decifrar a crise por que passa o Brasil. Trata-se de uma grande oportunidade para aprender e debater sobre as causas profundas da crise política, ética, moral e econômica institucional que assola o país a partir da compreensão dos determinantes políticos do modus operandi econômico e não vice-versa.

R$67,00
Espie
Comprar

A Crise Econômica Mundial, a Globalização e o Brasil

O livro reúne um conjunto de ensaios sobre a crise econômica mundial, processo de globalização e sua repercussão no Brasil. A apresentação é do cientista social José Paulo Netto, o prefácio é do cientista político Milton Pinheiro e orelha fica por conta do economista Plínio de Arruda Sampaio Jr.

R$30,00
Espie
Comprar

A Economia do Conhecimento

Seguindo o exemplo de Adam Smith e Karl Marx, para quem a melhor maneira de compreender o regime econômico e suas possibilidades de transformação é estudar a produção mais avançada da época, Roberto Mangabeira Unger analisa o que a economia do conhecimento é e o que ela pode vir a ser. Para Mangabeira,  o aprofundamento das produção de vanguarda e sua disseminação – o vanguardismo includente —  são obras gêmeas. Juntas, têm potencial revolucionário: acelerar o crescimento, reverter a desigualdade e empoderar todos os participantes no processo produtivo.

R$50,00
Espie
Comprar

A Era do Capital Improdutivo – A Nova Arquitetura do Poder, Sob Dominação Financeira, Sequestro da Democracia e Destruição do Planeta

Como os bancos registram lucros bilionários em plena recessão e desemprego? Neste livro, Ladislau Dowbor investiga como a riqueza do mundo – minérios, petróleo, trabalho, alimentos –, produzida pelo trabalho, é capturada pelos bancos e seus intermediários financeiros. Com uma vasta pesquisa, Ladislau revela os mecanismos usados pelas corporações financeiras, com estruturas que muito se assemelham a governos, para exercer o poder político diretamente e influenciar as principais decisões dos poderes públicos.

R$40,00
Espie
Comprar

A escassez na abundância capitalista

Esta obra do professor Luiz Gonzaga Belluzzo, em coautoria com o Prof. Gabriel Galípolo, trata-se do livro “A escassez na abundância capitalista”, um livro denso, erudito, rico em informações, mas, ao mesmo tempo, surpreendentemente acessível ao público em geral. Nas palavras dos autores, “Cientistas supostamente têm de chegar às suas conclusões depois de pesquisar e avaliar as evidências, mas, em economia, conclusões podem vir primeiro, com economistas gravitando na direção de uma tese que se encaixa em sua visão moral do mundo. Não deveria ser surpresa. A economia sempre tem sido um exercício ético e social, sendo seu propósito a produção de regras pelas quais uma comunidade organiza sua produção”.

R$55,00
Espie
Comprar

A Europa do Capital – Transformações do Trabalho e Competição Global

As mudanças na forma e na abrangência da economia capitalista, e não na sua natureza, incidiram profundamente sobre o movimento sindical; forças políticas oriundas do movimento operário também enfrentaram profundas mutações frente a essa capacidade do sistema de revolucionar a produção. Por estes motivos, esta pesquisa, com todas as suas limitações, coloca-se a serviço do pensamento crítico, onde quer que ele floresça, contribuindo com o esclarecimento de temas fundamentais para aqueles que se posicionam contra a corrente. Acreditamos que a pesquisa-análise estatístico-econômica ora apresentada, primeira parte de um trabalho bem mais amplo, possa ajudar a sedimentar uma leitura da realidade antagônica ao clima homologatório sob o qual temos vivido há bastante tempo.
R$28,00
Espie
Comprar

A Formação do Mercado de Trabalho no Brasil

A formação do mercado de trabalho no Brasil
Estudo desvenda a complexa realidade do mundo do trabalho
O Brasil do século XXI continua sendo o país do contraste entre o moderno e o atrasado, causado pela péssima distribuição de renda e pela elevada pobreza. Este livro, do economista Alexandre de Freitas Barbosa, é uma contribuição importante para se entender o processo de formação do mercado de trabalho brasileiro. Ao abarcar um período histórico que vai da escravidão aos nossos dias, o pesquisador fornece uma visão profunda sobre o tema, explicando e analisando os problemas inerentes ao processo de consolidação do trabalho assalariado no Brasil.
R$56,00
Espie
Comprar

Austeridade – A História de Uma Ideia Perigosa

No livro Austeridade – A História de Uma Ideia Perigosa, Mark Blyth oferece ao leitor uma sólida argumentação construída a partir de uma constatação tão óbvia quanto ausente das análises dos economistas convencionais. Blyth desvela as razões das políticas de austeridade que se seguiram à crise de 2008. “A Europa precisa ser austera porque os balanços financeiros dos Estados nacionais têm que funcionar como amortecedores de choques para o conjunto do sistema…Primeiro ocorreu a crise bancária, depois uma crise das dívidas soberanas. Mas isso é o efeito, não a causa”.

R$50,00
Espie
Comprar

Bala Perdida: A Violência Policial no Brasil e os Desafios Para Sua Superação

A Boitempo Editorial, que completa 20 anos de atividade em 2015, publica em parceria com o portal Carta Maior a coletânea Bala perdida: a violência policial no Brasil e os desafios para sua superação, quarto volume da coleção Tinta Vermelha. Ao longo de 16 artigos, a obra incita o debate público sobre o tema e traz propostas para reverter o quadro.

R$15,00
Espie
Comprar

Brasil: Neoliberalismo Versus Democracia

Em Brasil: neoliberalismo versus democracia, Alfredo Saad Filho e Lecio Morais analisam os paradoxos do Brasil moderno. Já nas primeiras linhas os autores fornecem a chave de leitura que ampara sua interpretação de como o Brasil transitou da ditadura à democracia e deixou para trás o modelo de substituição de importações, abraçando, sem amarras, o neoliberalismo.

R$59,00
Espie
Comprar

Breve Introdução à Economia Mundial Contemporânea: Acumulação do Capital e suas Crises (2ª Edição Ampliada e Atualizada)

Este livro procura contribuir para a superação de uma lacuna – a falta de um texto que, em termos mais simples e no formato de iniciação, tome a crise economia atual como ponto de partida para um exame de toda a história a economia capitalista mundial. E ofereçe uma visão sintética da dinâmica da economia capitalista no século XX. Ou, mais especificamente – como surgiu a economia mundial, através de que dinâmica o capitalismo concorrencial do século XIX cedeu lugar à era dos oligopólios.

R$20,00
Espie
Comprar

Cadernos de Paris & Manuscritos econômico-filosóficos de 1844

Na trajetória de Karl Marx o breve período em que o autor de O Capital viveu em Paris (Outubro/Novembro de 1843/fevereiro de 1845) impactou decisivamente os rumos que sua vida e sua obra tomariam. Naqueles meses, o jovem filósofo iniciou seus estudos de Economia Política, travou contato com o movimento operário e aproximou-se de Friedrich Engels, a partir daí, seu camarada de ideias e de lutas. É então onde o pensamento de Marx começa a experimentar, num complicado processo que haverá de se estender por cerca de dois anos mais, a grande inflexão que dará o sentido e o significado definitivo à sua vida e à sua obra: à dedicação à causa revolucionária dos trabalhadores e a elaboração da crítica da Economia Política.

R$45,00
Espie
Comprar

Capitalismo Dependente e Relações de Poder no Brasil: 1889-1930

A teoria do imperialismo formulada por Lenin, em 1916, é um dos principais referenciais de análise. A primeira parte do livro é inteiramente voltada para o estudo do imperialismo e para as mudanças provocadas nos países de capitalismo avançado na virada do século 19 para o século 20 em seus diversos aspectos econômicos, sociais e políticos.
Após este estudo, o autor busca estabelecer os nexos de causalidade entre a ofensiva imperialista e o desenvolvimento do capitalismo no Brasil. Assim, analisa o comportamento político das frações burguesas locais (agromercantis e industriais), que constituem a expressão interna da dependência estrutural, na medida em que se associam ao capital estrangeiro, submetendo deliberadamente o país às ordens do imperialismo.
R$30,00
Espie
Comprar

Capítulo VI Inédito de O Capital

Ao revolver a análise do modo de produção burguês com todos os seus antagonismos na proclamação da sua catástrofe revolucionária que opera através das forças geradas no seu seio pelas próprias exigências da sua conservação, o Capítulo VI Inédito de O Capital lança uma ponte em direção ao Livro II de O Capital, ao analisar a mercadoria não já como ponto de partida do processo produtivo, mas como seu resultado, isto é, como depositária do capital original antecipado e da mais-valia produzida e, nessa medida precisamente, como premissa de um novo ciclo de produção de mercadorias.
R$29,00
Espie
Comprar

Chão de Terra e Outros Ensaios Sobre São Paulo

Das origens ao caos urbano
 Estudo resgata o processo de formação dos núcleos urbanos no Brasil
A São Paulo cosmopolita que conhecemos, uma das maiores metrópoles do mundo, é uma criação recente. Em seus primeiros três séculos de existência, foi uma cidade com pequena população e com pouca expressão econômica e política. Somente a partir da segunda metade do século XIX é que a cidade começou a tomar as feições e a importância que possui hoje.
Em Chão de terra, a historiadora Raquel Glezer optou por trabalhar com um aspecto estrutural da história de São Paulo – a questão da propriedade e da posse da terra. Diversamente do que ocorre com o campo, em que a questão da terra é tema de diversos estudos relevantes, os estudos do processo de urbanização da cidade de São Paulo em si são escassos.
Expansão descontrolada, ocupação de áreas de risco, infraestrutura inexistente ou sofrível, violência espraiada, trânsito descontrolado. Essas são apenas algumas das conseqüências da falta de planejamento urbano que dão a tônica à maioria esmagadora das grandes cidades brasileiras. Para a autora, ao compreender a urbanização colonial e as contingências complexas nela inseridas, é possível atuar de forma mais consciente nas políticas públicas para a cidade, para que as futuras gerações não tenham que arcar com as conseqüências da falta de planejamento urbano.
R$44,00
Espie
Comprar

Che Guevara – Política

Poucos lutadores terão influenciado os acontecimentos e as idéias políticas das últimas décadas em nosso continente como Ernesto “Che” Guevara (1928-1967). Esta antologia apresenta a parte mais significativa das suas contribuições teóricas para decifrar os caminhos da vida, da prática revolucionária e da ética. Trata de diversos temas como as campanhas guerrilheiras em Cuba e na Bolívia, a questão do partido, a moral revolucionária, a luta contra o imperialismo e os desafios da construção do socialismo em Cuba e no mundo.

R$30,00
Espie
Comprar

Che Guevara e o Debate Econômico

Vencedor do Prêmio Jabuti 2017 de melhor biografia, o historiador Luiz Bernardo Pericás lança uma nova edição, revista e ampliada, de Che Guevara e o debate econômico em Cuba. O livro analisa e interpreta o pensamento econômico guevariano, os debates surgidos em torno de suas ideias nos anos 1960, dentro e fora da ilha, e seu impacto nesse período crucial da história da Revolução Cubana.

R$59,00
Espie
Comprar

Contribuição à crítica da economia política

Na Contribuição à crítica da Economia Política Marx estuda a mercadoria e o dinheiro ou a circulação simples, desenvolvendo de modo sistemático e completo sua teoria do valor e sua teoria monetária. É uma das fontes mais importantes – a outra é O capital – para o estudo do seu pensamento econômico. A ampla bibliografia estudada por Marx mostra muito bem quais sãos as proporções de sua ligação com a Escola Clássica da economia. Verifica-se que principalmente aquela velha representação de Marx como um simples prolongamento de Ricardo não tem nenhuma consistência. Devemos considerar que Marx recebeu a herança que a economia política poderia dar-lhe no século 19, após uma longa evolução que começa no mercantilismo e culmina nos trabalhos de Adam Smith e de toda a Escola Clássica. Esta também era um produto direto da época que mais o interessava, motivo por que eu maior atenção aos seus representantes, à sua crítica e ao seu desenvolvimento.

R$30,00
Espie
Comprar

Cuba no Século XXI – Dilemas da Revolução

“Este é o melhor texto sobre Cuba ao alcance do leitor brasileiro na virada dos anos 2017-2018. Leitura obrigatória para quem, frente a Cuba, reage com equilíbrio, sem o reacionarismo anticomunista dos que veneram o capitalismo e o esquerdismo infantil e dogmático de quem considera a Revolução Cubana o paraíso na Terra.” — Frei Betto

R$39,90
Espie
Comprar

Desenvolvimento Sustentável, Que Bicho é Esse?

A preocupação com o aquecimento global, a falta de água, a extinção das espécies, o desequilíbrio das cadeias alimentares e de todo o ecossistema tem sido uma constante na imprensa, nas escolas e na sociedade como um todo. A solução, segundo dizem, é o desenvolvimento sustentável… Mas, afinal de contas, o que essa expressão quer dizer?

R$31,00
Espie
Comprar

Desenvolvimento, Trabalho e Solidariedade – Novos Caminhos Para a Inclusão Social

Este livro descreve os programas, bem como seus mecanismos de implementação e de trabalho, que fundamentam a estratégia paulistana de inclusão social por meio de integração e articulação entre si e com critérios universais de atendimento aos excluídos, especialmente os pobres e desempregados.

R$37,00
Espie
Comprar

E os Fracos Sofrem o Que Devem? – Os Bastidores da Crise Europeia

Este não é um livro qualquer sobre a Europa e sua crise econômica. Trata-se de um livro que nos convida a partilhar da perspectiva de quem esteve nos bastidores dos acontecimentos históricos e, ao mesmo tempo, tem envergadura intelectual capaz de nos surpreender a cada novo argumento. Implacável em suas críticas e extremamente consistente em sua argumentação, Yanis Varoufakis nos conduz através da história rumo às origens e às contradições do sistema monetário europeu para então descortinar a natureza da crise atual e as suas possíveis soluções. Nesse passeio retroativo, o autor mostra como as decisões dos líderes políticos repetem erros do passado e criam condições sociais que hoje ameaçam as democracias europeias.

R$50,00
Espie
Comprar

Economia Ambiental – Instrumentos Econômicos Para o Desenvolvimento Sustentável

Este livro se propõe a analisar os instrumentos econômicos de política ambiental, com base na microeconomia e segundo a classificação da matriz política do Banco Mundial. A evolução dos instrumentos de política econômicos é acompanhada pelas fases iniciadas com os instrumentos de comando e controle; na segunda fase, são usados instrumentos baseados no mercado dos anos 1970 e 1980 e, na terceira fase, são apresentados os instrumentos promotores de informações dos anos mais recentes. Os conceitos de desenvolvimento sustentável, bem-estar e falha de mercado são abordados preliminarmente para a análise dos instrumentos voltados para a administração de recursos e para o controle da poluição, como padrões, permissões comerciáveis, subsídios, impostos e taxas sobre a produção e sobre produtos, sistemas de depósito-reembolso e engajamento do público.

R$46,00
Espie
Comprar

Economia Para Poucos – Impactos Sociais da Austeridade e Alternativas Para o Brasil

“A austeridade compromete o futuro das próximas gerações, aumenta a desigualdade social e destitui direitos dos cidadãos. Atuando de forma seletiva e sexista, transborda seus efeitos negativos para a saúde dos indivíduos e colabora para a degradação do meio ambiente. Em um país ainda tão desigual como o Brasil, tal opção política compromete o papel redistributivo da política fiscal, ao exigir reformas profundas e cortes drásticos nas despesas públicas. Com a atual estrutura de gastos públicos, o Brasil é o país que mais reduz a desigualdade na América Latina por meio de transferências e outros gastos sociais, compensando uma carga tributária perversa, que contribui para amplificar a desigualdade. Portanto, abrir mão desse instrumento redistributivo é optar por uma sociedade cada vez mais desigual e segregada, com uma população cada vez mais destituída de acesso a direitos sociais básicos”.

R$50,00
Espie
Comprar

Em Costas Negras

Uma História do Tráfico de Escravos Entre a África e o Rio de Janeiro (Séculos XVIII e XIX)

Em costas negras traz uma grande contribuição para a historiografia brasileira. Resultado de uma pesquisa sobre o tráfico atlântico de escravos, este livro retoma a perspectiva econômica e social para entender os complexos processos históricos brasileiros e atlânticos.

R$66,00
Espie
Comprar

Empresas Alemãs no Brasil: o 7×1 na Economia

Se o placar de 7×1 na Copa de 2014 foi inesperado para uma partida entre Brasil e Alemanha, nas relações econômicas bilaterais essa disparidade é a regra. Historicamente, a balança comercial entre os dois países é uma goleada em favor dos alemães. E o esquema de jogo é conhecido: enquanto compramos máquinas e produtos industrializados, vendemos matérias-primas.

R$30,00
Espie
Comprar

Empresas Transnacionais Brasileiras na América Latina: Um Debate Necessário

Organizado pela Campanha Justiça nos Trilhos em parceria com o Instituto Políticas Alternativas Para o Cone Sul (PACS), Instituto Rosa Luxemburg Stiftung, Movimento dos Atingidos por Barragens, Rede Brasil Sobre Instituições Financeiras Multilaterais, Rede Brasileira de Justiça ambiental e Rede Social de Justiça e Direitos Humanos.

R$35,00
Espie
Comprar

Engenharia e Poder – Construtores da Nova Ordem em São Paulo

Em Engenharia e poder, Cláudio Hiro Arasawa procura detectar o papel inovador e proselitista dos engenheiros na batalha por oportunidades de trabalho e também por novos ramos de intervenção nos problemas urbanos da cidade, cada vez mais complexos. Neste momento da história da cidade, os profissionais da engenharia tiveram de interpretar e adaptar as principais correntes de pensamento e experiências internacionais aos recortes urbanos de São Paulo.

R$48,00
Espie
Comprar

Estado e Forma Política

Estado e forma política, do jurista e filósofo do direito Alysson Leandro Mascaro, modifica o estudo da teoria do Estado e da ciência política. A opinião é de Slavoj Žižek, convidado a escrever o texto de quarta capa, e que se surpreendeu com o que considera como “simplesmente a obra mais importante do pensamento político marxista nas últimas décadas”.

R$38,00
Espie
Comprar

Grundrisse

Muito mais que “esboços” ou adiantamento da obra maior de Karl Marx, os três manuscritos econômicos de 1857-1858 que compõem os quase lendários Grundrisse constituem patrimônio das ciências humanas de inestimável valor. Parte de uma luta ideológico-política pela exclusividade do “verdadeiro” Marx, a obra somente veio à luz já na primeira metade do século XX, em virtude dos conflitos centrados no controle que o Partido Comunista da ex-URSS exerceu sobre os escritos não divulgados do filósofo alemão. Considerados inicialmente espécie de amostra ou work in progress do que viria a ser a obra central de Marx, sabe-se hoje que examinar os Grundrisse é como ter acesso ao laboratório de estudos de Marx no curso de sua extensa atividade intelectual, o que permite acompanhar a evolução de seu pensamento, as áreas específicas de interesse que deles se desdobram, e, sobretudo, compreender no detalhe o seu método de trabalho.

R$95,00
Espie
Comprar

Hegemonia em Construção – A Trajetória do PNBE

Neste livro o autor procura elucidar as origens da crise da representação empresarial na década de 1980 e o surgimento do pensamento Nacional das Bases Empresariais (PNBE). Criada em meados de 1987, a entidade nasceu da profunda insatisfação com as respostas à crise articuladas então pelas federações e confederações patronais. Com um projeto que visava superar o caráter econômico-corporativo das propostas de empresariado da época, o PNBE acenava como uma alternativa de caráter hegemônicocomo saida para a crise. Percebendo a aguda crise econômica política e social noa anos 1980-90, apostou suas fichas no entendimento nacional e numa revalorização do papel do Estado como regulador da econômia. Ironicamente, o projeto hegemônico ao qual o PNBE acabou aderindo não nasceu da revitalização das lideranças do PNBE ao governo de FHC, em meados dos anos 1990, marca uma gradual retirada da entidade do cenário político nacional.

R$22,00
Espie
Comprar

História Econômica – Agricultura, Indústria e Populações

O dia a dia de pessoas que produzem e consomem
Agricultura, indústria e populações na história econômica do Brasil
 
            Pode parecer mero jogo de palavras, mas a História Econômica não pode ser confundida com a história da economia. No campo do conhecimento histórico, a economia é elemento fundamental da vida humana, entendida em suas relações sociopolíticas e culturais. Nas múltiplas abordagens em que a sociedade e a economia se materializaram – feiras, bancas, lojas –, os autores dos ensaios reunidos neste volume descrevem o dia a dia de pessoas que produzem e consomem, mas longe de uma perspectiva economicista.
R$69,00
Espie
Comprar

Império do Terror – Estados Unidos, Ciclos Econômicos e Guerras no Início do Século XXI

Neste trabalho, José Martins analisa o papel da produção e dos gastos com armas e sua interferência na crise da economia capitalista e nos ciclos econômicos. O autor aborda como as categorias econômicas e as formas políticas se estruturam dentro da “arquitetura da destruição” que caracteriza a atual política estadunidense, relacionando a economia imperialista com a guerra. Estabelece como esta relação se realiza no dia-a-dia da realidade capitalista. Um trabalho fundamental para compreender o imperialismo nos dias atuais.

R$25,00
Espie
Comprar

Internacionalização e Desenvolvimento da Indústria no Brasil

O avanço da internacionalização da economia brasileira, fato de grande importância na década de 1990, decorrente dos processos de abertura, das fusões e aquisições e das privatizações, e a adoção de medidas para enfrentar a concorrência com as empresas estrangeiras. Oito textos enfocam temas como a relação entre investimento direto estrangeiro, abertura e crescimento, abertura comercial e coeficientes de conteúdo importado na indústria brasileira, padrões de integração comercial das filiais das empresas transnacionais e a inserção internacional das grandes empresas nacionais.

R$62,00
Espie
Comprar

Manda quem pode, obedece quem tem prejuízo

O atualíssimo trabalho “Manda quem pode, obedece quem tem prejuízo”, esclarece como o mercado financeiro funciona e qual a relação das ditas “ciências econômicas” com a política. Apresenta ainda, por meio da revisão do pensamento de economistas contemporâneos e clássicos, como é construído o discurso sobre a crise econômica no Brasil e no mundo.

Valendo-se de refinada ironia, já demonstrada no título da obra, os autores demonstram que o poder real em uma economia capitalista não reside no poder representativo, mas sim nas articulações econômicas e financeiras que estão no interior da sociedade.

R$70,00
Espie
Comprar

Manuscritos econômico-filosóficos

Publicados apenas após sua morte, os Manuscritos foram escritos em 1844, quando Marx tinha apenas 26 anos e antes do seu célebre encontro com Engels. Os Manuscritos econômico-filosóficos ou Manuscritos de Paris apresentam a planta fundamental do pensamento de Marx: a concentração de sua filosofia na crítica da economia nacional de Adam Smith, J.B. Say e David Ricardo. Na obra, Marx expõe a discrepância entre moral e economia, denunciando a radicalidade da exploração do homem pela empresa capitalista. Enquanto a reprodução do capital é o único objetivo da produção, o trabalhador ganha apenas para sustentar suas necessidades mais vitais, ou seja, para não morrer e poder continuar produzindo.

R$42,00
Espie
Comprar

Mercosul: Por Que Parou? (Respostas e Propostas)

Neste livro editado em 2010, o autor traça um breve histórico do MERCOSUL e de seus inimigos, encerrando com propostas, de como entende que este se tornaria viável.

R$25,00
Espie
Comprar

Migração e Mobilidade Social – Migrantes no Mercado de Trabalho Paulista

Mobilidade social e mobilidade espacial foram traços marcantes na constituição da sociedade urbano-industrial brasileira no século XX. A industrialização e a migração criaram condições estruturais para a complexificação do mercado de trabalho brasileiros, e a transição de uma estrutura ocupacional assentada em postos de trabalho agrícolas em direção a um espectro ocupacional mais amplo e diversificado, ainda que bastante desigual em termos de qualidade e renda dos postos de trabalho gerados. A partir dos anos 80, a instabilidade econômica e o baixo dinamismo na criação de postos de trabalho repercutiram de forma significativa sobre as perspectivas de mobilidade social e tendências migratórias no país, sobretudo em São Paulo. Como base em um survey retrospectivo sobre o histórico ocupacional e espacial de migrantes no Estado de São Paulo, este trabalho analisa o processo de mobilidade ocupacional e social no mercado de trabalho paulista entre 1980 e 1993, avaliando em que medida a migração proporcionou alternativas de inserção laboral qualitativamente melhores para quem a empreendeu, no contexto da conjuntura crescentemente desfavorável e instável do mercado de trabalho paulista e paulistano no período.

R$49,00
Espie
Comprar

Moeda e Crise Econômica Global

Se a crise financeira desencadeada em 2007 nos Estados Unidos ameaçava espraiar-se pelo planeta, com efeitos devastadores de longo prazo, hoje analistas econômicos já anunciam alvissareiros que o pior já passou. Porém, que medidas estruturais teriam sido tomadas para reverter a maior crise desde o crash de 1929? Como os organismos multilaterais e as potências globais combateram os efeitos adversos da hegemonização das finanças na economia internacional?

R$68,00
Espie
Comprar