A Hora Futurista Que Passou – e Outros Escritos

Alfredo Mário Guastini foi um polemista. Um provocador do jornalismo cultural do seu tempo, a década de 1920. Uma época de grande movimentação artística, com os ecos das vanguardas europeias no Brasil. Infelizmente, para Guastini, do lado contrário ao dele na arena estavam Oswald de Andrade, Mário de Andrade, Lasar Segall, Tarsila do Amaral, Menotti del Picchia, Paulo Prado, entre outros.

R$42,00
Espie
Comprar

A semente foi plantada

Apoiado em vasta documentação e percorrendo um lapso de tempo que vai das primeiras manifestações dos colonos das fazendas de café, no início do século XX, até as lutas dos trabalhadores das fazendas de cana por melhores condições de trabalho que antecedem o golpe militar de 1964, o estudo de Clifford Welch traça um amplo panorama das transformações nas condições de vida dos trabalhadores dos cafezais e canaviais paulistas, bem como das suas formas de organização e representação. Utilizando-se de material de imprensa da época, de documentos produzidos pelas entidades patronais e de entrevistas com algumas lideranças que atuaram intensamente nos anos 1950/1960, o texto traz à luz informações detalhadas sobre a ação do Partido Comunista Brasileiro e da Igreja Católica no meio rural paulista, sobre o cotidiano dos militantes que buscavam conquistar a simpatia e o apoio dos trabalhadores do campo para suas causas, sobre greves e ações judiciais por eles encaminhadas.

R$35,00
Espie
Comprar

Arquitetura em suspensão – O edifício do Museu de Arte de São Paulo

O livro de Alex Miyoshi, escrito com paixão que contamina imediatamente o leitor, é triplamente precioso. Porque traz informações novas que enriquecem nosso conhecimento sobre um edifício essencial: o prédio do Masp, em São Paulo. Porque cria o mais fino tecido analítico e crítico, que se ramifica pela arquitetura, pelo urbanismo, pelas técnicas construtivas, pela museografia e museologia. E, sobretudo, porque tal resultado só foi possível graças a um enfoque exemplarmente histórico, no qual a obra estudada vem tomada em todas as suas metamorfoses, e como um projeto ideal.

R$52,00
Espie
Comprar

Autoridade e Conflito no Brasil Colonial: O Governo do Morgado de Mateus em São Paulo (1765-1775)

Autoridade e conflito no Brasil colonial
Livro trata das diferentes estratégias na luta contra os espanhóis no Centro-Sul do Brasil

Mais importante governador da Capitania de São Paulo durante o período colonial, D. Luís Antonio de Souza Botelho Mourão, o Morgado de Mateus, é analisado em profundidade neste estudo clássico de Heloísa Bellotto, que, após trinta anos, ganha uma segunda edição, revista pela autora.

R$62,00
Espie
Comprar

Bala Perdida: A Violência Policial no Brasil e os Desafios Para Sua Superação

A Boitempo Editorial, que completa 20 anos de atividade em 2015, publica em parceria com o portal Carta Maior a coletânea Bala perdida: a violência policial no Brasil e os desafios para sua superação, quarto volume da coleção Tinta Vermelha. Ao longo de 16 artigos, a obra incita o debate público sobre o tema e traz propostas para reverter o quadro.

R$15,00
Espie
Comprar

Chão de Terra e Outros Ensaios Sobre São Paulo

Das origens ao caos urbano
 Estudo resgata o processo de formação dos núcleos urbanos no Brasil
A São Paulo cosmopolita que conhecemos, uma das maiores metrópoles do mundo, é uma criação recente. Em seus primeiros três séculos de existência, foi uma cidade com pequena população e com pouca expressão econômica e política. Somente a partir da segunda metade do século XIX é que a cidade começou a tomar as feições e a importância que possui hoje.
Em Chão de terra, a historiadora Raquel Glezer optou por trabalhar com um aspecto estrutural da história de São Paulo – a questão da propriedade e da posse da terra. Diversamente do que ocorre com o campo, em que a questão da terra é tema de diversos estudos relevantes, os estudos do processo de urbanização da cidade de São Paulo em si são escassos.
Expansão descontrolada, ocupação de áreas de risco, infraestrutura inexistente ou sofrível, violência espraiada, trânsito descontrolado. Essas são apenas algumas das conseqüências da falta de planejamento urbano que dão a tônica à maioria esmagadora das grandes cidades brasileiras. Para a autora, ao compreender a urbanização colonial e as contingências complexas nela inseridas, é possível atuar de forma mais consciente nas políticas públicas para a cidade, para que as futuras gerações não tenham que arcar com as conseqüências da falta de planejamento urbano.
R$44,00
Espie
Comprar

Desenvolvimento, Trabalho e Solidariedade – Novos Caminhos Para a Inclusão Social

Este livro descreve os programas, bem como seus mecanismos de implementação e de trabalho, que fundamentam a estratégia paulistana de inclusão social por meio de integração e articulação entre si e com critérios universais de atendimento aos excluídos, especialmente os pobres e desempregados.

R$37,00
Espie
Comprar

Diário Bolivariano

A trama se desenvolve entre o Brasil e a Venezuela sob ponto de vista de um jovem paulistano periférico Jackson e seu amigo Dimas ambos com pouco estudo, tentam entender o seu momento histórico travando o primeiro contato com outra nação de diferentes culturas e de um modo emocionado de fazer e entender política, e tal atrito impulsionam mudanças profundas acerca de suas concepções de mundo. Assim como alguns diários antigos incluíam um cadeado com chave para guardar segredos, o personagem narrador busca uma chave para abrir caminhos dentro de si para sair do labirinto socialmente construído que impede a ascensão de negros, indígenas e pobres. Como os diários podem ser importantes documentos históricos de testemunho que revelam uma época, o romance Diário Bolivariano descreve um momento singular da América Latina, marcada por ditaduras, revoluções e golpes.

R$30,00
Espie
Comprar

Em Busca de Gabrielle

Muita gente tem uma tia-velha estranha, de quem se contam histórias na família; a “tia Gabriela” me parecia ser essa tia de meu marido, dita “podre de rica” e bem louquinha. Sobre essa tia-avó escutei muitos casos desde que entrei para a família, no início dos anos 1970: teria sido casada com o dono da fábrica de cervejas Brahma de quem herdara inúmeras ações, fizera um testamento que legava sua imensa fortuna internacional para fundar uma associação que não deixasse mais que os maridos mandassem em suas mulheres, seu segundo marido tentara assassiná-la e depois se suicidara e ela tentara assassinar um Primeiro Ministro francês.

R$64,00
Espie
Comprar

Engenharia e Poder – Construtores da Nova Ordem em São Paulo

Em Engenharia e poder, Cláudio Hiro Arasawa procura detectar o papel inovador e proselitista dos engenheiros na batalha por oportunidades de trabalho e também por novos ramos de intervenção nos problemas urbanos da cidade, cada vez mais complexos. Neste momento da história da cidade, os profissionais da engenharia tiveram de interpretar e adaptar as principais correntes de pensamento e experiências internacionais aos recortes urbanos de São Paulo.

R$48,00
Espie
Comprar

Entre a Casa e o Armazém – Relações Sociais e Experiência da Urbanização – São Paulo, 1850-1900

Entre a casa e o armazém
A classe média na São Paulo de antigamente
Este livro é um convite para o leitor voltar a um tempo no qual São Paulo combinava características de uma cidade moderna com traços fortemente rurais. Bastava uma rápida caminhada até a Igreja da Misericórdia para avistar, do alto de seu campanário, descampados, grotões, charnecas, beiras de rios e até animais silvestres e matas, que se estendiam muito além dos vales do Anhangabaú e Tamanduateí. Os personagens deste cenário? Aquela parte da população abstratamente designada como “classes médias” – na verdade, uma gente esquecida, os remediados da sociedade, uma multidão de figurantes mudos da cena paulistana – os quais atendiam pelos nomes de Dona Carolina, Seu Marcelino, Ana de Sorocaba e centenas de outros que aparecem nos registros dos quase mil inventários e testamentos que chegaram até nós.
R$58,00
Espie
Comprar

Escolas de Luta

Escolas de luta, narra a luta dos estudantes secundaristas para impedir o fechamento de escolas pelo governo de São Paulo no final de 2015. Os pesquisadores Marcio Ribeiro, Antonia Malta Campos e Jonas Medeiros entrevistaram vários estudantes e visitaram inúmeras escolas por toda a cidade e criam um retrato amplo e aprofundado do movimento.

R$54,90
Espie
Comprar

Espelhos Deformantes – Fontes, Problemas e Pesquisas em História Moderna – Séculos XVI-XIX

Espelhos Deformantes
O quanto de nós é refletido nos processos históricos
 O quanto de nós é refletido nos processos históricos? A ideia de um romance ficcional e historicamente possível unificada pela temática das imagens refletidas nos espelhos é o tema dos quatorze estudos de história moderna apresentados neste livro. Realizado a partir das diversas discussões que vão, por exemplo, da conquista da América pelos espanhóis ao tráfico de escravos no Atlântico, ou ainda, das estratégias de ascensão social na corte de D. João V às relações entre judeus e negros no Caribe.
R$56,00
Espie
Comprar

Fábrica em Movimento

A Flaskô é, no momento em que este texto é escrito, ano de 2013, a única fábrica ocupada pelos trabalhadores no Brasil. Ao se depararem com o atraso de salários e coim o fechamento das fábricas onde trabalhavam, os operários das indústrias CIPLA , Interfibra e Flaskô decidiram não ficar parados. Foi assim que o movimento das Fábricas Ocupadas surgiu e se propagou pelo país, defendendo a manutenção dos empregos e os direitos da classe trabalhadora.

R$25,00
Espie
Comprar

Memórias – A Luta Pelo Ensino Público e Gratuito Numa Universidade Particular – A PUCSP

Este trabalho, sob um aspecto, é o registro da participação da autora como membro de um grupo formado por alguns professores, alunos e funcionários, que entendiam a luta pelo ensino público e gratuito como um desafio, acima de tudo, de cunho prático. Mas, como prática humana, exigia que fosse esclarecida e orientada teoricamente.

R$26,00
Espie
Comprar

Migração e Mobilidade Social – Migrantes no Mercado de Trabalho Paulista

Mobilidade social e mobilidade espacial foram traços marcantes na constituição da sociedade urbano-industrial brasileira no século XX. A industrialização e a migração criaram condições estruturais para a complexificação do mercado de trabalho brasileiros, e a transição de uma estrutura ocupacional assentada em postos de trabalho agrícolas em direção a um espectro ocupacional mais amplo e diversificado, ainda que bastante desigual em termos de qualidade e renda dos postos de trabalho gerados. A partir dos anos 80, a instabilidade econômica e o baixo dinamismo na criação de postos de trabalho repercutiram de forma significativa sobre as perspectivas de mobilidade social e tendências migratórias no país, sobretudo em São Paulo. Como base em um survey retrospectivo sobre o histórico ocupacional e espacial de migrantes no Estado de São Paulo, este trabalho analisa o processo de mobilidade ocupacional e social no mercado de trabalho paulista entre 1980 e 1993, avaliando em que medida a migração proporcionou alternativas de inserção laboral qualitativamente melhores para quem a empreendeu, no contexto da conjuntura crescentemente desfavorável e instável do mercado de trabalho paulista e paulistano no período.

R$49,00
Espie
Comprar

Os Nós do “Nós” – Crise e Perspectivas da Ação Coletiva Docente em São Paulo

A autora nos mostra como consciência política, identidade profissional e auto-realização no trabalho estão interligadas. Analisando a evolução dos movimentos reivindicatórios docentes no estado de São Paulo, Cláudia vai buscar sinais de recomposição de uma identidade coletiva que poderá abrir caminhos para a atuação profissional e política dos professores.

R$24,00
Espie
Comprar

Pedagogia das Competências e Ensino de Filosofia – Um Estudo da Proposta Curricular do Estado de São Paulo a Partir da Pedagogia Histórico-Crítica

Manoel Francisco do Amaral estudou a proposta curricular do estado de São Paulo, no campo do ensino da filosofia, e produziu uma interpretação singular e propositiva sobre o embate entre as matrizes de cunho neoliberal que, centradas na hegemonia do neoprodutivismo educacional, permeavam os marcos regulatórios no período de 1996-2006 e as possíveis contribuições inspiradas na pedagogia histórico-crítica. Sua obra resgata as origens e os fundamentos epistemológicos e políticos dessa pedagogia e de seus principais representantes, interlocutores e destacados intérpretes no cenário educacional recente.

R$10,00
Espie
Comprar

Processos-Crime – Escravidão e Violência em Botucatu

            A base do trabalho são os processos-crime do século XIX, em que réus são escravos ou ex-escravos que praticaram delitos passionais ou que, por motivos aparentemente fúteis, tiveram que enfrentar a Justiça e seus procedimentos formais. Assim, além de estudar as relações entre escravos e homens livres em Botucatu, o autor reflete sobre a realidade histórica local do ponto de vista da prática da escravidão no Brasil. Cesar Mucio mostra que o escravo em Botucatu geralmente não era um trabalhador do eito, mas exercia diferentes funções, como carregador, serviçal doméstico, vendedor ambulante, consertador de cercas, carroceiro, ajudante em bar, tropeiro, boiadeiro ou domador de mulas. Por isso, suas relações com os senhores e os homens brancos eram relativamente flexíveis e atenuavam a condição do “ser escravo” em Botucatu.
R$40,00
Espie
Comprar

Raul

Rafa cresceu na Baixada Glicério, região central de São Paulo, e desde criança teve contato com o crime. Gostou do que viu nas ruas e becos do bairro, e abraçou a correria. Depois de cometer alguns assaltos e quase ser morto pela polícia, porém, resolveu correr menos riscos e ganhar mais dinheiro. Tornou-se, então, um “raul” — gíria da quebrada para se referir aos criminosos que aplicam golpes de cartão dentro das agências bancárias.

R$50,00
Espie
Comprar

Slam – Negritude

Um dos temas mais recorrentes nos Slam’s, seja no Brasil ou nos EUA, é a questão racial. O título deste livro homenageia dois poetas, Aimé Césaire e Léopold Sédar Senghor, criadores do conceito de NEGRITUDE. Os negros são maioria no país e são os que mais sofrem, os que mais morrem por armas de fogo, os mais afetados pelas políticas neoliberais do Estado.

R$20,00
Espie
Comprar