A Família e o Comunismo

Neste livro você encontra um dos grandes textos de Alexandra Kollontai, revolucionária russa, bolchevique, que ficou conhecida por sua luta em defesa da mais plena emancipação da mulher.
Nele, em linguagem completamente accessível, Kollontai vai tratar de questões do tipo: Como entender, em bases objetiva e subjetiva, o problema da libertação da mulher?
Neste livro você encontra um dos grandes textos de Alexandra Kollontai, revolucionária russa, bolchevique, que ficou conhecida por sua luta em defesa da mais plena emancipação da mulher.
Nele, em linguagem completamente accessível, Kollontai vai tratar de questões do tipo: Como entender, em bases objetiva e subjetiva, o problema da libertação da mulher?
Qual a natureza e as causas históricas da profunda crise da atual família tal como a conhecemos? Como pode ser superada a atual situação da família tradicional, onde a mulher trabalhadora sofre a opressão da dupla jornada de trabalho (fora de casa e no lar)? Por outro lado, pode a mulher emancipar-se como mulher sem uma completa revolução nas relações sociais e nas relações de propriedade?
As relações sexuais atuais, entre homem e mulher são uma reconhecida fonte de infortúnio e opressão; como superar essa crise sexual e em que direção?  O que o comunismo tem a ver com a família? E por fim: O que significa dizer que o capitalismo está minando e desconstruindo as bases da velha família, mas ao mesmo tempo trata de prender a mulher proletária à rotina sem fim dos afazeres  domésticos?
Peso0.091 kg
Páginas

57

Autor

Alexandra Kollontai

Editora

Iskra/Centelha Cultural

Comentários

Não há comentários ainda.

Seja o primeiro a comentar “A Família e o Comunismo”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *