Amores e Sonhos da Flora – Afrodisíacos e Alucinógenos na Botânica e na Farmácia

O autor estuda os herbários produzidos entre os séculos XVI e XVIII, e rastreia a construção social das noções desenvolvidas na Era Moderna sobre o uso de diferentes plantas, com conseqüências que chegam até nós. A botânica e a farmácia nascem, então, como ciências inextricavelmente ligadas, cuja a motivação é a busca de novas drogas, potencializada pela descoberta das floras americana e oriental. Utilizadas na cura de doenças ou lesões, também visavam aos domínios do sexo, do sonho, do transe, da alucinação, da morte e do prazer.

R$40,00

O autor estuda os herbários produzidos entre os séculos XVI e XVIII, e rastreia a construção social das noções desenvolvidas na Era Moderna sobre o uso de diferentes plantas, com conseqüências que chegam até nós. A botânica e a farmácia nascem, então, como ciências inextricavelmente ligadas, cuja a motivação é a busca de novas drogas, potencializada pela descoberta das floras americana e oriental. Utilizadas na cura de doenças ou lesões, também visavam aos domínios do sexo, do sonho, do transe, da alucinação, da morte e do prazer.

Peso0.287 kg
Páginas

239

Autor

Henrique Carneiro

Editora

Xamã

Comentários

Não há comentários ainda.

Seja o primeiro a comentar “Amores e Sonhos da Flora – Afrodisíacos e Alucinógenos na Botânica e na Farmácia”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *