Autobiografia de Frederico Sánchez

Um militante do Partido Comunista Espanhol (PCE) que atendia pelo nome de guerra de Federico Sánchez evoca suas experiências do período Stalinista e suas atividades clandestinas na Espanha até sua expulsão do partido. Romance, testemunho, memórias, reflexão política, panfleto, ensaio autobiográfico, este livro é ao mesmo tempo tudo isso e nada disso. As lembranças de Federico Sánchez completam-se umas às outras e interpenetram-se: ricochetes sem fim, pelos quais o tempo da memória, desprezando qualquer cronologia, traz ao presente as páginas embaralhadas de toda uma vida.

Um militante do Partido Comunista Espanhol (PCE) que atendia pelo nome de guerra de Federico Sánchez evoca suas experiências do período Stalinista e suas atividades clandestinas na Espanha até sua expulsão do partido. Romance, testemunho, memórias, reflexão política, panfleto, ensaio autobiográfico, este livro é ao mesmo tempo tudo isso e nada disso. As lembranças de Federico Sánchez completam-se umas às outras e interpenetram-se: ricochetes sem fim, pelos quais o tempo da memória, desprezando qualquer cronologia, traz ao presente as páginas embaralhadas de toda uma vida.

Peso0.363 kg
Páginas

306

Autor

Jorge Semprún

Editora

Paz e Terra

Comentários

Não há comentários ainda.

Seja o primeiro a comentar “Autobiografia de Frederico Sánchez”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *