Brasil: Uma Biografia Não Autorizada

O país do futuro não se realizou. Eis o tema da antologia Brasil: uma biografia não autorizada, na qual o leitor encontrará uma síntese da produção intelectual mais recente de Francisco de Oliveira, que analisa o Brasil em suas particularidades e contradições. Entre outros escritos do autor, o livro inclui um longo ensaio histórico sobre a formação do país e o artigo em que se deu a gênese do conceito de “hegemonia às avessas” para tratar do momento político iniciado na fase lulista. A obra reconstitui o itinerário de um sociólogo e economista que produziu uma obra indissociável da realidade social que viveu e se dispôs a desvendar e a transformar.

O país do futuro não se realizou. Eis o tema da antologia Brasil: uma biografia não autorizada, na qual o leitor encontrará uma síntese da produção intelectual mais recente de Francisco de Oliveira, que analisa o Brasil em suas particularidades e contradições. Entre outros escritos do autor, o livro inclui um longo ensaio histórico sobre a formação do país e o artigo em que se deu a gênese do conceito de “hegemonia às avessas” para tratar do momento político iniciado na fase lulista. A obra reconstitui o itinerário de um sociólogo e economista que produziu uma obra indissociável da realidade social que viveu e se dispôs a desvendar e a transformar.

A pena e a voz polêmica do autor pernambucano também retomam a época da criação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), da resistência à ditadura nos áureos tempos do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) e da imprensa alternativa e da construção do Partido dos Trabalhadores, além dos governos eleitos de seus amigos Fernando Henrique Cardoso e Lula, que posteriormente o decepcionaram, ao abençoar o “eterno casamento entre o atrasado e o avançado” que caracterizaria o capitalismo brasileiro.

Com a verve polêmica de sempre, Oliveira nos convida a encarar o que restou do “país do futuro”, num momento em que a hipótese de uma superação do subdesenvolvimento não está mais em questão sem que, em seu lugar, uma nova rota de acesso à modernidade democrática esteja em vista. Na apresentação, Fabio Mascaro Querido e Ruy Braga traçam uma breve biografia do autor, destacando momentos importantes de sua trajetória intelectual em relação ao próprio contexto brasileiro. A orelha é de Marcelo Ridenti.

Peso0.301 kg
Páginas

174

Autor

Francisco de Oliveira

Editora

Boitempo

Comentários

Não há comentários ainda.

Seja o primeiro a comentar “Brasil: Uma Biografia Não Autorizada”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *