Introdução à Filosofia de Marx

Os homens são o que eles se fazem a cada momento histórico. A reprodução da sociedade burguesa produz individualidades essencialmente burguesas. Contudo, reconhecer esse fato não significa afirmar que a essência mesquinha do homem burguês seja a essência imutável da humanidade. Demostra Marx que , tal como a humanidade se fez burguesa, ela também pode se fazer comunista. Por isso, dizem os revolucionários, o capitalismo não é o fim da história. Entre a sociedade burguesa e a sociedade comunista não há nenhum outro obstáculo senãos as próprias relações sociais.

Os homens são o que eles se fazem a cada momento histórico. A reprodução da sociedade burguesa produz individualidades essencialmente burguesas. Contudo, reconhecer esse fato não significa afirmar que a essência mesquinha do homem burguês seja a essência imutável da humanidade. Demostra Marx que , tal como a humanidade se fez burguesa, ela também pode se fazer comunista. Por isso, dizem os revolucionários, o capitalismo não é o fim da história. Entre a sociedade burguesa e a sociedade comunista não há nenhum outro obstáculo senãos as próprias relações sociais.

Peso0.156 kg
Páginas

124

Autor

Ivo Tonet,

Sérgio Lessa

Editora

Expressão Popular

Comentários

Não há comentários ainda.

Seja o primeiro a comentar “Introdução à Filosofia de Marx”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *