Modos de Governar – Idéias e Práticas Políticas no Império Português (Séculos XVI a XIX)

Este livro se propõe a discutir as redes de poder, parentesco, clientela e negócios que deram vida e dinâmica ao império português. As reflexões desenvolvidas em seus diversos capítulos partem da certeza de que a história do período colonial ocupa posição central na reflexão sobre o Brasil e, assim, buscam analisar os vários níveis da administração imperial e local, as biografias de seus agentes e governantes, as representações, os discursos políticos e as trajetórias sociais que conferiram materialidade e governabilidade ao império português e ao Brasil independente. Em comum, possuem a valorização de características essenciais das sociedades ibéricas nos Tempos Modernos, sem nunca perder de vista a profunda singularidade da sociedade americana nos trópicos, marcada inexoravelmente pelo escravismo colonial.

Este livro se propõe a discutir as redes de poder, parentesco, clientela e negócios que deram vida e dinâmica ao império português. As reflexões desenvolvidas em seus diversos capítulos partem da certeza de que a história do período colonial ocupa posição central na reflexão sobre o Brasil e, assim, buscam analisar os vários níveis da administração imperial e local, as biografias de seus agentes e governantes, as representações, os discursos políticos e as trajetórias sociais que conferiram materialidade e governabilidade ao império português e ao Brasil independente. Em comum, possuem a valorização de características essenciais das sociedades ibéricas nos Tempos Modernos, sem nunca perder de vista a profunda singularidade da sociedade americana nos trópicos, marcada inexoravelmente pelo escravismo colonial.

Comentários

Não há comentários ainda.

Seja o primeiro a comentar “Modos de Governar – Idéias e Práticas Políticas no Império Português (Séculos XVI a XIX)”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *