O Tratado de Versalhes

Este livro de Jean-Jacques Becker revisita o pós-guerra para mostrar as limitações que a diplomacia da época enfrentava. Com rigor historiográfico, o autor rebate o argumento de que o Tratado de Versalhes foi o estopim da Segunda Guerra Mundial ou a antessala do nazismo. Em vez disso, mostra que o acordo – uma árdua tarefa de conciliação entre os povos – lançou as bases de um organismo internacional cujo objetivo seria estabilizar as relações entre os Estados. E defende que se o revanchismo alemão era uma previsível consequência da derrota na guerra, a deflagração de um novo conflito mundial não era inevitável.

Este livro de Jean-Jacques Becker revisita o pós-guerra para mostrar as limitações que a diplomacia da época enfrentava. Com rigor historiográfico, o autor rebate o argumento de que o Tratado de Versalhes foi o estopim da Segunda Guerra Mundial ou a antessala do nazismo. Em vez disso, mostra que o acordo – uma árdua tarefa de conciliação entre os povos – lançou as bases de um organismo internacional cujo objetivo seria estabilizar as relações entre os Estados. E defende que se o revanchismo alemão era uma previsível consequência da derrota na guerra, a deflagração de um novo conflito mundial não era inevitável.

Peso0.239 kg
Páginas

208

Autor

Jean-Jacques Becker

Editora

Unesp

Comentários

Não há comentários ainda.

Seja o primeiro a comentar “O Tratado de Versalhes”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *