Os sindicatos e a luta contra a burocratização

Os sindicatos continuam um dos principais, senão o principal movimento social existente no Brasil. Esta constatação não está posta em questão. O que queremos discutir são os problemas existentes nos sindicatos, particularmente os relacionados à sua burocratização. A estrutura autal da maioria dos sindicatos é incompatível com o projeto político que possa considerar, além de nossas lutas cotidianas específicas, a dimensão política da luta sindical que aponte para o questionamento da exploração capitalista como um todo. Nesse sentido, a independência de classe, a mobiização e a democracia operária, entendida aqui como soberania e o controle dos trabalhadores sobre suas organização, são os princípios fundamentais.

R$10,00

Em estoque

Os sindicatos continuam um dos principais, senão o principal movimento social existente no Brasil. Esta constatação não está posta em questão. O que queremos discutir são os problemas existentes nos sindicatos, particularmente os relacionados à sua burocratização. A estrutura autal da maioria dos sindicatos é incompatível com o projeto político que possa considerar, além de nossas lutas cotidianas específicas, a dimensão política da luta sindical que aponte para o questionamento da exploração capitalista como um todo. Nesse sentido, a independência de classe, a mobilização e a democracia operária, entendida aqui como soberania e o controle dos trabalhadores sobre suas organização, são os princípios fundamentais.

Peso0.85 kg
Páginas

109

Autor

José Maria de Almeida

Editora

Sundermann

Comentários

Não há comentários ainda.

Seja o primeiro a comentar “Os sindicatos e a luta contra a burocratização”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *