Oferta!

Praças em Pé de Guerra

O Movimento Político dos Subalternos Militares no Brasil (1961-1964) e a Revolta dos Sargentos de Brasília

A conjuntura política no Brasil no início da década de 1960 era marcada por grandes movimentações sociais. O conflito entre as classes e seus diferentes projetos para a sociedade brasileira estavam em clara disputa. É nesse marco que vem à tona a mobilização dos baixos escalões das Forças Armadas no Brasil de 1961-1964, tendo na chamada “Revolta dos Sargentos” uma das suas principais expressões. Essa mobilização surge em agosto-setembro de 1961, no bojo da Crise da Renúncia e da Campanha da Legalidade. Em 1964, com a vitória da nova ordem, o movimento organizativo e reivindicatório dos sargentos e marinheiros foi completamente dizimado.

O Movimento Político dos Subalternos Militares no Brasil (1961-1964) e a Revolta dos Sargentos de Brasília

A conjuntura política no Brasil no início da década de 1960 era marcada por grandes movimentações sociais. O conflito entre as classes e seus diferentes projetos para a sociedade brasileira estavam em clara disputa. É nesse marco que vem à tona a mobilização dos baixos escalões das Forças Armadas no Brasil de 1961-1964, tendo na chamada “Revolta dos Sargentos” uma das suas principais expressões. Essa mobilização surge em agosto-setembro de 1961, no bojo da Crise da Renúncia e da Campanha da Legalidade. Em 1964, com a vitória da nova ordem, o movimento organizativo e reivindicatório dos sargentos e marinheiros foi completamente dizimado.

Peso0.345 kg
Páginas

288

Autor

Paulo Eduardo Castello Parucker

Editora

Expressão Popular

Comentários

Não há comentários ainda.

Seja o primeiro a comentar “Praças em Pé de Guerra”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *