Sociologia da Tecnologia: Bioprospecção e Legitimação

O livro é o resultado de estudos realizados pelo autor, ao longo dos últimos 20 anos, sobre o processo de geração de tecnologias, no atual momento do desenvolvimento científico-tecnológico. Sua preocupação de fundo é de natureza teórica, localizando-se na área que tem sido chamada, recentemente, Sociologia da Tecnologia. O trabalho discute o processo de geração de tecnologia, seus fatores determinantes e sua estrutura, no contexto atual do desenvolvimento científico-tecnológico. Sua preocupação central é com a construção de uma teoria sobre a produção de tecnologia, e se apoia em ampla revisão de literatura, especialmente nas contribuições decorrentes do debate em torno da autonomia/não-autonomia da ciência e da tecnologia na sociedade.

O livro é o resultado de estudos realizados pelo autor, ao longo dos últimos 20 anos, sobre o processo de geração de tecnologias, no atual momento do desenvolvimento científico-tecnológico. Sua preocupação de fundo é de natureza teórica, localizando-se na área que tem sido chamada, recentemente, Sociologia da Tecnologia. O trabalho discute o processo de geração de tecnologia, seus fatores determinantes e sua estrutura, no contexto atual do desenvolvimento científico-tecnológico. Sua preocupação central é com a construção de uma teoria sobre a produção de tecnologia, e se apoia em ampla revisão de literatura, especialmente nas contribuições decorrentes do debate em torno da autonomia/não-autonomia da ciência e da tecnologia na sociedade.

Peso0.247 kg
Páginas

200

Autor

Michelangelo Giotto Santoro Trigueiro

Editora

Centauro

Comentários

Não há comentários ainda.

Seja o primeiro a comentar “Sociologia da Tecnologia: Bioprospecção e Legitimação”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *