Transgressões As ocupações de reitoria e a crise das Universidades Públicas

“Os textos aqui reunidos são ensaios de transgressão. A motivação principal para esses ensaios foram as mobilizações estudantis que tiveram lugar no primeiro semestre de 2007. A tese subjacente a eles foi a de que essas mobilizações constituiam uma resposta, muitas vezes espontânea e inorgânica, à aguda crise da universidade brasileira.

Metodologicamente esses ensaios estão inspirados por uma recusa a admitir a separação entre teoria e prática. Trata-se, nesta perspectiva, de trazer a teoria para a própria análise de conjuntura. (…) A prática teórica acha-se, desse modo, profundamente imbricada na trama de uma prática política. A teoria torna-se política ao mesmo tempo em que a política assume a forma de teoria.” (Os Autores)

“Os textos aqui reunidos são ensaios de transgressão. A motivação principal para esses ensaios foram as mobilizações estudantis que tiveram lugar no primeiro semestre de 2007. A tese subjacente a eles foi a de que essas mobilizações constituiam uma resposta, muitas vezes espontânea e inorgânica, à aguda crise da universidade brasileira.

Metodologicamente esses ensaios estão inspirados por uma recusa a admitir a separação entre teoria e prática. Trata-se, nesta perspectiva, de trazer a teoria para a própria análise de conjuntura. (…) A prática teórica acha-se, desse modo, profundamente imbricada na trama de uma prática política. A teoria torna-se política ao mesmo tempo em que a política assume a forma de teoria.” (Os Autores)

Peso0.97 kg
Páginas

128

Autor

Alvaro Bianchi

Editora

Sundermann