Colecionador de Pedras

Sérgio Vaz é poeta, e, como poeta, sabe ser simples.

Como simples, sabe tecer o coletivo.

Como coletivo, sabe ser nós.

E como nós, nos faz grandes ao seu lado. “Se outros poetas pedem silêncio, ele pede mais barulho. Se outros escritores pedem paz, ele quer guerra.”

R$29,00

Em estoque

REF: 9788526018129 Categorias: , ,

Sérgio Vaz é poeta, e, como poeta, sabe ser simples.

Como simples, sabe tecer o coletivo.

Como coletivo, sabe ser nós.

E como nós, nos faz grandes ao seu lado. “Se outros poetas pedem silêncio, ele pede mais barulho. Se outros escritores pedem paz, ele quer guerra.”

 

Sobre o Autor

Sérgio Vaz é considerado o poeta da periferia. Mora em Taboão da Serra (Grande São Paulo) e, além de escrever, é agitador cultural nas periferias do Brasil. É criador da Cooperifa (Cooperativa Cultural da Periferia) e um dos criadores do Sarau da Cooperifa ― movimento que transformou um bar da periferia da zona sul de São Paulo em um centro cultural. O projeto também promove o encontro de leitores e escritores, além de divulgar a poesia nas escolas. Improvisa uma sala de cinema na laje do boteco e abre espaço para a produção cinematográfica alternativa das quebradas. Um projeto de sucesso, que influenciou e deu origem a quase 50 saraus, além da publicação independente de mais de 100 livros. A movimentação ganhou respeito e reconhecimento da comunidade e também já há muito tempo reverberou fora dela. Sérgio Vaz já recebeu os prêmios Unicef (2007), Orilaxé (2010), Trip Transformadores (2011), Governador de São Paulo, nas categorias Inclusão Cultural e Destaque Cutural (2011), Heróis invisíveis e Hutúz. Em 2009 foi eleito pela revista Época uma das cem pessoas mais influentes do Brasil. É autor do Projeto Poesia Contra a Violência, que percorre as escolas da periferia incentivando a leitura e criação poética como instrumento de arte e cidadania. Tem várias participações poéticas em CDs de Rap: Sabedoria de Vida, GOG, 509-E, Di Função, Versão Popular, Periafricania, entre outros. Por conta de suas atividades nas comunidades carentes, ganhou o título de Poeta da Periferia. Pela Global Editora, publicou as obras Colecionador de Pedras, Literatura, pão e poesia e Flores de Alvenaria. Tem mais cinco livros independentes publicados: Subindo a ladeira mora a noite (1988), A margem do vento (1991), Pensamentos vadios (1994), A poesia dos deuses inferiores (2005), Cooperifa – Antropologia Periférica (2008). O autor mantém a página Poeta Sérgio Vaz, no Facebook, com mais de 300 mil seguidores. Nela apresenta o programa De prosa na quebrada, que vai ao ar todas às quartas-feiras.
  • Capa comum: 176 páginas
  • Editora: Global Editora; Edição: Português (1 de janeiro de 2013)
  • Idioma: Português
  • ISBN-10: 8526018124
  • ISBN-13: 978-8526018129
  • Dimensões do produto: 18 x 12,2 x 1 cm
  • Peso de envio: 159 g
Peso 0.15900 kg
Dimensões 1 × 18 × 12.2 cm
Editora

Global Editora