Ecos do Golpe – a Persistência da Ditadura 50 Anos Depois

A coletânea tem como particularidade o pressuposto de que a ditadura militar que teve início com o golpe de 1964, a despeito da chamada “transição democrática”, ainda repercute intensamente na realidade brasileira. Nas primeiras décadas do século XXI, ainda se ouvem nitidamente os seus ecos na economia, na política, na cultura. E é precisamente sobre essa persistência em nossa formação social que tratam os 9 ensaios que compõem o livro. Com prefácio de Virgínia Fontes e organizado por Mauro Luis Iasi e Eduardo Granja Coutinho, o livro conta com artigos de mais 7 autores: Rodrigo de Souza Dantas, Celso Frederico, Ronaldo Lima Lins, Muniz Sodré, Roberto Leher e Gilberto Maringoni.

A coletânea tem como particularidade o pressuposto de que a ditadura militar que teve início com o golpe de 1964, a despeito da chamada “transição democrática”, ainda repercute intensamente na realidade brasileira. Nas primeiras décadas do século XXI, ainda se ouvem nitidamente os seus ecos na economia, na política, na cultura. E é precisamente sobre essa persistência em nossa formação social que tratam os 9 ensaios que compõem o livro. Com prefácio de Virgínia Fontes e organizado por Mauro Luis Iasi e Eduardo Granja Coutinho, o livro conta com artigos de mais 7 autores: Rodrigo de Souza Dantas, Celso Frederico, Ronaldo Lima Lins, Muniz Sodré, Roberto Leher e Gilberto Maringoni.

Peso 0.230 kg
Páginas

164

Autor

Eduardo Granja Coutinho (org.),

Mauro Luis Iasi (org.)

Editora

Mórula