Oferta!

Frieza Burguesa e Educação – A Frieza Como Mal-Estar da Cultura Burguesa na Educação

Este livro foi escrito nos anos de 1992 e 1993 (publicado com o título Bürgerliche Kälte und Pädagogik, ed. Büchse der Pandora, 1994), época em que Andreas Gruschka foi membro de um grupo de estudos avançados sobre reformas da educação, sediado em Berlim. Nele o autor pretende esclarecer como a pedagogia nega, historicamente, a discrepância entre sua aspiração e seus resultados, de tal maneira que a prática não é contestada. Nas pesquisas que apresenta neste livro, Gruschka mostra como a frieza burguesa, que em geral é eficiente na sociedade, repercute na pedagogia e quão forte a idealização da prática errada contribui para que os educadores não tomem consciência da frieza produzida na educação.

Este livro foi escrito nos anos de 1992 e 1993 (publicado com o título Bürgerliche Kälte und Pädagogik, ed. Büchse der Pandora, 1994), época em que Andreas Gruschka foi membro de um grupo de estudos avançados sobre reformas da educação, sediado em Berlim. Nele o autor pretende esclarecer como a pedagogia nega, historicamente, a discrepância entre sua aspiração e seus resultados, de tal maneira que a prática não é contestada. Nas pesquisas que apresenta neste livro, Gruschka mostra como a frieza burguesa, que em geral é eficiente na sociedade, repercute na pedagogia e quão forte a idealização da prática errada contribui para que os educadores não tomem consciência da frieza produzida na educação.

Peso 0.652 g
Páginas

448

Autor

Andreas Gruschka

Editora

Autores Associados