Oferta!

Nascimento Volátil

Atualmente, há na Colômbia pelo menos 7.500 presos políticos. Dados oficiais reconhecem que há 61.604 pessoas “desaparecidas” nos últimos 20 anos, sendo que outros 16.655 ainda não receberam esse status, pois desapareceram há “pouco tempo” (os números estimados pelos movimentos são bem maiores).

R$25,00 R$12,50

Em estoque

Atualmente, há na Colômbia pelo menos 7.500 presos políticos. Dados oficiais reconhecem que há 61.604 pessoas “desaparecidas” nos últimos 20 anos, sendo que outros 16.655 ainda não receberam esse status, pois desapareceram há “pouco tempo” (os números estimados pelos movimentos são bem maiores). Em 2010, a Central Unitária dos Trabalhadores da Colômbia denunciou que, em 10 anos, 2.778 sindicalistas foram assassinadas, ou seja, 60% dos sindicalistas assassinados no mundo. São comuns as práticas de tortura e assassinatos exemplares praticados pelo exército e pelas milícias de paramilitares que são incentivadas e acobertadas pelo governo. Recentemente, foi encontrada a maior cova comum do continente com 2000 corpos de “desaparecidos”.O terror de Estado na Colômbia tem intimidado a população que se cala para não ser presa ou morrer. A poeta Angye Gaona, ao contrário, vem se posicionando publicamente a favor da luta dos trabalhadores, estudantes e dos milhares de presos políticos.Artista de intensa atividade cultural, Angye trava com sua poesia e com sua arte o bom combate, auxiliando na construção da esperança para todos que desejam afirmar a vida na Colômbia, apoiando diretamente a luta dos presos políticos. Por isso mesmo, o governo Santos armou sua prisão com um julgamento de “cartas marcadas”. Angye pode ser condenada a 20 anos de prisão. A poesia de Angye nasce desse contexto de repressão intensa, mas também, de intensa luta e resistência… “Nascimento Volátil” que nos anuncia a esperança e a revolta. 

Peso 0.125 kg
Ano

Páginas

Tradução

Autor

Angye Gaona

Editora

Edições CEMOP