Questões do modo de vida e A moral deles e a nossa

Dando continuidade à publicação das obras de Leon Trotsky, a Editora Sundermann apresenta, em um único livro, Questões do modo de vida e A moral deles e a nossa. O primeiro completou 97 anos em julho. O texto é resultado do estudo de relatórios sobre o cotidiano dos operários e de questionários respondidos em assembleias de agitadores convocadas por Trotsky para debater esse tema.

R$32,00

Em estoque

 Dando continuidade à publicação das obras de Leon Trotsky, a Editora Sundermann apresenta, em um único livro, Questões do modo de vida e A moral deles e a nossa. O primeiro completou 97 anos em julho. O texto é resultado do estudo de relatórios sobre o cotidiano dos operários e de questionários respondidos em assembleias de agitadores convocadas por Trotsky para debater esse tema.

A partir disso, Trotsky faz uma análise do modo de vida operário – desde simples hábitos de higiene até hábitos de leitura – e demonstra a importância do avanço cultural para a revolução. É deste texto a célebre frase “nem só de política vive o homem” – título do primeiro capítulo. A moral deles e a nossa foi escrito em 1938, depois dos Processos de Moscou (1936-1938), quando Trotsky se encontrava no exílio no México. É uma polêmica direta com os defensores da moral burguesa, cuja intelectualidade desacreditava os marxistas acusando-os de imorais, como faz ainda hoje. Trotsky também analisa a degeneração moral que resultou da burocratização stalinista. De forma contundente, o autor desconstrói a ideologia burguesa e apresenta um retrato da hipocrisia e do vale-tudo moral da classe inimiga. Trata-se de dois textos indispensáveis numa época em que nunca se matou tanto por meio de guerras ou da retirada cada vez maior de serviços sociais elementares para os trabalhadores; em que a burguesia arranca de nossa classe a possibilidade de manter simples hábitos de higiene ou de ter acesso à cultura e à informação. Trotsky demonstra que a luta pelo avanço cultural não pode ser deixada para depois da revolução como defendem os stalinistas. É uma batalha permanente e de grande importância para o processo revolucionário. No ano em que a IV Internacional idealizada por Trotsky completa 82 anos e que se completam 80 anos de seu assassinato, o resgate de sua obra só tem demonstrado a sua atualidade. A Editora Sundermann, ao longo de seus 17 anos, vem firmando-se como a editora brasileira que mais publica a obra de Leon Trotsky. Fazemos isso porque é essa obra que mantém vivas as lições de 1917. Nela encontramos a verdadeira história da Revolução Russa, de Lenin e dos bolcheviques, contrapondo-se à falsificação stalinista

Peso 0.16000 kg
Ano

Tradução

,

Páginas

Edição

Autor

Leon Trotsky

Editora

Sundermann