Vale do Rio Doce – Nem Tudo que Reluz é Ouro (Da Privatização à Luta pela Reestatização)

Ao compararmos os recursos disponíveis em nossas fronteiras com a maioria dos países do mundo, e se agregarmos as condições tecnológicas para transformá-los, é praticamente incalculável a capacidade de produção de bens que podem garantir o bem-estar para a maioria da população. O problema é que quando falamos de Brasil, devemos nos perguntar:
a qual Brasil nos referimos? O povo brasileiro e os trabalhadores da Vale foram roubados com a privatização da empresa. Nas páginas seguintes mostraremos a natureza deste roubo e as razões do crescimento da CVRD.

Ao compararmos os recursos disponíveis em nossas fronteiras com a maioria dos países do mundo, e se agregarmos as condições tecnológicas para transformá-los, é praticamente incalculável a capacidade de produção de bens que podem garantir o bem-estar para a maioria da população. O problema é que quando falamos de Brasil, devemos nos perguntar:
a qual Brasil nos referimos? O povo brasileiro e os trabalhadores da Vale foram roubados com a privatização da empresa. Nas páginas seguintes mostraremos a natureza deste roubo e as razões do crescimento da CVRD.